macacolandia-weltenburger-slide

 Os monges beneditinos alemães do Monastério de Weltenburg, podem não ter inventado o  cervejismo, mas certamente colaboraram com ele desde 1050, quando começaram a produzir sua Weltenburger.

Para entender o presente basta olhar o passado, essa foi a idéia do Kleyton e do Pedro Guerra para a campanha, situações cotidianas associadas à cerveja acontecendo na Idade Média. Aparentemente alguns hábitos não se perdem nem em mil anos.

Ajudei a desenvolver as idéias para toda a campanha e  finalizei o primeiro anúncio, onde três adeptos do cervejismo mexem com a pobre donzela que segue seu caminho pelas tortas vielas da cidade medieval.

Ilustrador: Marcelo Braga Art Buyer: Mônica Beretta & Stephanie Wang  Direção de Arte: Kleyton Mourão & Denon Figueiredo  Redator: Pedro Guerra Direção de Criação: Flavio Casarotti, Rafael Merel & Marcelo Fedrizzi  VP de Criação: Rui Branquinho  

macacolandia-sketches-weltenburger-01macacolandia-sketches-weltenburger-02

Abaixo os rafes dos outros três anúncios, a festa na gilhotina (o único que ficou de fora), os quatro amigos conferindo o movimento nas ruas de dentro de sua carruagem e o pobre cavaleiro voltando tarde demais pra casa.

macacolandia-sketches-weltenburger-03macacolandia-sketches-weltenburger-04macacolandia-sketches-weltenburger-05

Duas versões do corcunda, uma mais leprosa e outra um pouco mais limpa e saudável, que acabou sendo reprovada, talvez por não representar tão bem o momento histórico.

macacolandia-destaques-weltenburger

O anúncio final em inglês.

macacolandia-weltenburger-anuncio-final