100 anos de Will Eisner

Sempre admirei a capacidade do Will Eisner de não se levar tão a sério em suas belíssimas páginas, abusando da elasticidade, onomatopéias e caricaturas mesmo quando o assunto era sério ou o tema pesado. Pra entender é só dar uma boa olhada na cara do Comissário Dolan. Will Eisner influenciou praticamente todos os quadrinistas que você conhece e mudou a maneira de fazer e encarar os quadrinhos, mas isso você já sabe, certo? Estaria completando 100 anos hoje se estivesse vivo. Feliz aniversário, Mestre.

will-eisner-100-commissioner-dolan-braga

PATRULHA TEX

E1984 quando eu tinha 7 anos, inventei um grupo de soldados (claramente inspirados nos Comandos em Ação) chamado Patrulha TEX. Essa é a capa da  edição do gibi que eu mesmo desenhava. Em 1997, reencontrei meus quadrinhos e resolvi refazer a capa pra ter uma idéia de como eu tinha evoluído. Mais tarde, em 2004, reencontrei a segunda versão e pra comemorar os 20 anos de PATRULHA TEX , refiz o desenho mais uma vez. Tudo bem que o primeiro intervalo tenha sido de 13 anos, mas o legal é ver como os desenhos evoluem nesse espaço de tempo.

patrulha-tex-1984-diburros 
patrulha-tex-1997-diburros 
patrulha-tex-2004-diburros 

Como você já sacou, o lance é redesenhar a capa da PATRULHA TEX nº3 a cada 10 anos contando a partir de 1984. Nunca achei que esse dia chegaria, mas aqui estamos em 2014 com uma nova versão, dessa vez sem tentar consertar nada, buscando recuperar o espírito do original, surfando na tosqueira que somente aquele antigo clima de fanzine escolar dos anos 80 pode proporcionar. A verdade mesmo é que de todas essas versões ainda prefiro a primeira.

patrulha-tex-2014

Faça o mesmo com seus desenhos, amiguinho! Comece já pelo segundo, refazendo alguma coisa de 2004 e divirta-se praticando a arte da paciência monástica-budista-presidiária.

PATRULHA TEX retornará em 2024! 

O Menino Prodígio

Poucos super-heróis exerceram o mesmo fascínio que o menino prodígio desde sua primeira aparição, no número 38 da revista Detective Comics. Nessa edição de 1940 nascia o tão amado personagem, mas o momento exato de sua consolidação como coadjuvante do Bátema só viria a ser precisamente mostrado décadas mais tarde, nessa incrível tira de Eoin Ryan. Como todos sabem, Robin, aquele viadinho, o Dick, alterego de Dick Grayson ou Ricardo Tápia (dependendo do país em que você esteja) é o chutinho de lado original do Homem-Morcego, o primeiro sidekick. Muitos outros vieram na rabeira, como o Ricardito, Bucky, Aqualad e Gary. Até o Faustão já teve o Faustinho.robin-boy-wonder-diburros-01

Tamanho sucesso e popularidade não poderiam ser simplesmente explicados por sua incrível agilidade e desenvoltura no combate ao crime. Há algo mais no parceiro-mirim do Bátema, algo que nem Bob Kane e Bill Finger, seus criadores, saberiam explicar. Ou talvez soubessem, o nome “Robin” foi uma homenagem de Kane e Finger ao jovem arte-finalista Jerry Robinson, parceiro mirim de ambos na vida real, o que pensando bem, é mais do que suficiente para elucidar alguma coisa. Mas também é o nome gringo daquele manjado passarinho, o Sabiá, informação que acrescentaria mais sentido à sua criação desde o princípio, afinal, foi concebido (com sucesso) pra trazer um clima mais alegre e colorido às histórias escuras e sombrias do Batman. No Brasil a simples tradução literal do nome Batman & Robin para Homem-Morcego & Sabiá já seria suficiente para projetar mais cores sobre a consagrada dupla dinâmica e calar para sempre qualquer obscuridade.

robin-boy-wonder-diburros-03robin-boy-wonder-diburros-02 robin-boy-wonder-diburros-05 robin-boy-wonder-diburros-04 robin-boy-wonder-diburros-06 robin-boy-wonder-diburros-07