O Homem Besouro >> Making Of

A Society of Virtue é o projeto mais bacana de 2017. É tão legal que todo mundo achava que era gringo. Os R-MENGinger Panther, Bernard & Fredick e o resto dos super-heróis que enfrentam os problemas que nem sabiam que tinham (e talvez preferissem não saber) já chegaram ocupando seu lugar de destaque nos corações dos amantes da Cultura POP com os roteiros verdadeiramente engraçados do Ian e a arte foda do menino Thobias. Todas as terças tem video inédito no Youtube e webcomics exclusivas na APP.

Aqui temos a primeira ilustra do Homem Besouro, personagem central da webcomic que desenhei para a APP. Acompanhando de seus amigos, o Homem Capivara e o Orquídeoman, eles são os protetores da Amazônia. Grandes poderes e grandes responsabilidades, mas não tenha dúvida, tudo tem seu preço.

 


TIMELAPSES

Timelapse do primeiro quadrinho da primeira página da webcomic “BEETLE MAN – O Homem Besouro” da Society of Virtue. Mais ou menos uma hora e meia de trabalho. A trilha sonora é a música “Pickin’ Tomatoes”, da banda de rock holandesa “Shocking Blue”. Foi composta por Robbie Van Leeuwen e lançada em 1968 no album também chamado “Shocking Blue”.

Timelapse do segundo quadrinho da quarta página da webcomic “BEETLE MAN – O Homem Besouro” da Society of Virtue. Um pouco mais de duas horas de trabalho. A trilha sonora é a música “Walk Don’t Run”, da banda banda instrumental estadunidense “The Ventures”. Foi lançada em 1960 no album do mesmo nome.

Timelapse do último quadrinho da quarta página da webcomic “BEETLE MAN – O Homem Besouro” da Society of Virtue. A trilha sonora é a música “The Herd”, da banda holandesa “Mudcookies”. Foi lançada em 2015 no album também chamado “The Herd”.

 

“Scott! Seu Lazarento!”

Wolverine e Cíclope juntos é treta. Tudo por conta da Jean Grey que mesmo sabendo da encrenca, vive jogando pros dois lados e deixando os guris malucos. Nessa, quem se dá mal é sempre o Scott Summers, o corno dos X-Men, já que eles nunca terminam e o Velho Logan vive tirando suas casquinhas ruivas. Além do mais é aquele caso da sua amiga que namora o mauricinho rico, mas todo mundo tá pegando, então todos torcem para o Wolverine. Sim, X-Men também é uma bela duma novelinha safada.

wolverine-cyclops-diburros-braga

wolverine-cyclops-diburros-making-of-01
wolverine-cyclops-diburros-making-of-02

Essa arte é um oferecimento de Kaoendry Melo, que encomendou a commission.

FRANKENSTEIN Jr.

Quem não conhece o Frankenstein Jr.? Provavelmente muita gente. Eu mesmo não me lembro quando foi a última vez que assisti a esse desenho, mas faz tempo e deve ter sido na TV Manchete ainda. O moleque tinha um robô gigante que voava (bem parecido com esse), lutava contra vilões e acho que passava junto com Os Impossíveis, tipo dobradinha. A Hanna Barbera fez muita coisa e deixou um legado incrível que está sendo explorado até hoje, seja com a Peugeot utilizando a Corrida Maluca ou a DC Comics relançando todo seu catálogo em gibis mensais. A gente assistia e gostava muito de todos os personagens e por isso foi difícil escolher um quando o Omelete me pediu pra fazer um poster pra CCXP de 2015.

frankenstein-jr-braga-diburros

Só tinta.

frankenstein-jr-making-of-braga-diburros

A série era a Omelete Legends que também conta com outras duas peças incríveis, Jonny Quest & Pepe Legal pelo nosso jovem mestre Thobias Daneluz. As impressões são de alta qualidade, 60×90 cm, papel couchê fosco 320g, acabamento em verniz fosco. Limitado a 500 unidades, assinadas e numeradas individualmente. Com a ajuda do designer Erico Borgo (sim, designer), o Frankenstein Jr. acabou ganhando um clima de filme de terror. Entre no site da Mundo Geek e compre todos!

frankenstein-jr-ccxp-poster-braga

Pra Casa do Cabeça >> Rafael Albuquerque

Não é bacana quando alguém faz uma versão do seu herói preferido? Quem viu não se esquece quando nos saudosos anos 80 os Trapalhões de vestiam de Super-Heróis, ou quando o Wolverine apareceu surtado pela primeira vez num jogo de luta. Aparentemente hoje o pináculo da existência de qualquer um desses é ser eternizado num boneco de vinil da Funko. Tudo isso sem contar as inúmeras versões cinematográficas, boas ou ruins, não importa, todas colaboram para enriquecer e aperfeiçoar o personagem. Sherlock Holmes, Super-HomemPernalonga, se ainda existem é porque evoluíram sob a lente de vários talentos diferentes.

Nos quadrinhos a coisa fica um pouco mais pessoal, junto com o personagem vem um pouco da personalidade do autor, um pouco da sua visão e é claro, milhões de outras variáveis mundanas e por isso o resultado é quase sempre imprevisível, mas muito legal, especialmente quando vem de um amigo que também é um dos maiores nomes dos quadrinhos e são os seus personagens. Valeu, Rafa, por enriquecer e aperfeiçoar a figura desses três sem-vergonhas.

pra-casa-do-cabeca-rafael-albuquerque-aquarela

DIBURROSGRAM X – STAR WARS Visions

Fuçando nos cadernos velhos, notei que tive um bom índice de acertos nos palpites pro Episódio VII do #STARWARSa partir daqui, cuidado #SPOILERS – Na ilustração pro OmeletTV 208, no comecinho de 2013, acertei que Leia e Han teriam um filho único meio tranqueira que carrega o capacete do vovô pra lá e pra cá. O nome foi na trave, de “Cauã” pra Kylo. Acertei também que a Leia ia sobrar com o Chewie. Mas errei ao incluir o Lando, o que pra mim foi um tapa na cara da sociedade intergalática. Bem, olhando de novo, parecia até meio óbvio, não? #TheForceAwakens

A photo posted by Marcelo Braga (@elbragon) on


Abaixo, Cauã Skywalker in color (nota-se que o capacete do Darth Vader ficou bem ruim) #NonCanon

A photo posted by Marcelo Braga (@elbragon) on

Agora, com a miniatura a quinze contos nas bancas, ninguém mais tem desculpa pra desenhar torto o capacete do velho Darth #EstamosDeOlho

A photo posted by Marcelo Braga (@elbragon) on

Trashman

trashman-x-files-diburros-braga-06

“He’s giving the homeless a voice the only way he knows how, through art, not violence”.