O Menino Prodígio

Poucos super-heróis exerceram o mesmo fascínio que o menino prodígio desde sua primeira aparição, no número 38 da revista Detective Comics. Nessa edição de 1940 nascia o tão amado personagem, mas o momento exato de sua consolidação como coadjuvante do Bátema só viria a ser precisamente mostrado décadas mais tarde, nessa incrível tira de Eoin Ryan. Como todos sabem, Robin, aquele viadinho, o Dick, alterego de Dick Grayson ou Ricardo Tápia (dependendo do país em que você esteja) é o chutinho de lado original do Homem-Morcego, o primeiro sidekick. Muitos outros vieram na rabeira, como o Ricardito, Bucky, Aqualad e Gary. Até o Faustão já teve o Faustinho.robin-boy-wonder-diburros-01

Tamanho sucesso e popularidade não poderiam ser simplesmente explicados por sua incrível agilidade e desenvoltura no combate ao crime. Há algo mais no parceiro-mirim do Bátema, algo que nem Bob Kane e Bill Finger, seus criadores, saberiam explicar. Ou talvez soubessem, o nome “Robin” foi uma homenagem de Kane e Finger ao jovem arte-finalista Jerry Robinson, parceiro mirim de ambos na vida real, o que pensando bem, é mais do que suficiente para elucidar alguma coisa. Mas também é o nome gringo daquele manjado passarinho, o Sabiá, informação que acrescentaria mais sentido à sua criação desde o princípio, afinal, foi concebido (com sucesso) pra trazer um clima mais alegre e colorido às histórias escuras e sombrias do Batman. No Brasil a simples tradução literal do nome Batman & Robin para Homem-Morcego & Sabiá já seria suficiente para projetar mais cores sobre a consagrada dupla dinâmica e calar para sempre qualquer obscuridade.

robin-boy-wonder-diburros-03robin-boy-wonder-diburros-02 robin-boy-wonder-diburros-05 robin-boy-wonder-diburros-04 robin-boy-wonder-diburros-06 robin-boy-wonder-diburros-07

Batman – Feira da Fruta

Em março de 2012, Eduardo Ferigato “estava precisando fazer alguma coisa pra se alegrar”, então veio com a idéia de adaptar para os quadrinhos aquele famoso filme, o clássico indiscutível, a obra prima da dublagem nacional de 1981: Batman – Feira da Fruta. Ótimo (pensei juntamente com todos os outros convidados), finalmente poderemos ler uma HQ com as aventuras do DickClotildeCoringa (o Joker, o palhaço, o bobo), e grande elenco.

Fiquei com a página 10, mas não se preocupem, rapazes”, as páginas estão todas muito legais e a Feira da Fruta em Quadrinhos tem tudo pra ser a melhor história do Batman de todos os tempos. Bom, pensando bem, a melhor só depois dessa.

feira-da-fruta-macacolandia-braga

E tem mais, Comissário, pensando em todos vocês, deixei aqui o link da venerada trilha sonora do Grupo Capote para baixar e deixar seu setlist com cara de Batcaverna. Se quiser estudar o texto e se aprofundar um pouco mais, tem também o roteiro com as célebres falas para você decorar e declamar em festas infantis ou reuniões de família. Abaixo a página só no nanquim. Pode clicar.

link-feira-da-fruta-macacolandia-ink

Mas, se por acaso você não sabe do que se trata, nunca ouviu falar na obra imortal criada pelos rapazes Fernando Pettinati e Antônio Carlos Camano, ou conhece, mas nunca viu, recomendamos que clique aqui e divirta-se.